Blog Le Santé, Saúde

Importância da saúde mental para o paciente oncológico

7 de janeiro de 2020

Durante todo o tratamento oncológico a saúde mental é de extrema importância para os familiares e principalmente para o paciente. Pode ocorrer alguns momentos de vulnerabilidade, tristeza, desânimo, raiva e até desesperança. Alguns desses momentos podem ser frequentes já que durante o tratamento há várias mudanças no corpo, na rotina, na alimentação e principalmente na aparência física já que a radiação do tratamento pode causar ressecamento na pele, emagrecimento, palidez, entre outros, podendo variar seus sintomas de acordo com cada pessoa. 

Nesse caso, é essencial que o paciente busque um auxílio psicológico também. A assistência psicológica pode ajudar na retomada da rotina, pode fazer com que o paciente se veja de outra forma, além de reforçar que o paciente é muito maior que a doença. 

Desmistifique o lado assustador da doença

É importante que o paciente desmistifique todo o lado assustador do câncer para que possa elevar sua saúde mental e assim melhorar a sua qualidade de vida inclusive durante o tratamento. Resgatar a saúde psicológica e evitar ao máximo o desgaste emocional pode ser um grande aliado para que o paciente se sinta bem com ele mesmo. 

Comunicação é essencial

A comunicação tanto em família quanto com a equipe médica deve ser essencial já que são alguns dos pilares do paciente. É importante manter a clareza e sinceridade pois isso pode proporcionar ao paciente um acolhimento, conforto e até mesmo resistência para seguir com o tratamento enfrentando os sentimentos ruins quando houver. 

Essa melhora psicológica tende a fazer com que o paciente fale mais abertamente sobre a doença, seus incômodos e suas superações.

Isso ajuda a ver o câncer apenas como uma fase e reforçando o pensamento de que a vida do paciente vai muito além da doença. 

Mude alguns hábitos

Algumas mudanças de hábitos podem reforçar o auxílio na saúde mental do paciente oncológico, como: 

  • Realizar atividades físicas; 
  • Ingerir mais líquidos; 
  • Se alimentar melhor;
  • Fazer uma atividade que seja prazerosa; 
  • Participar de um grupo onde outras pessoas estão passando pelo mesmo momento, assim poderá haver apoio mútuo…. 

Em todos os casos, o paciente oncológico deve sempre estar em contato com a sua equipe médica para todos os auxílios e implementações de mudanças na rotina.

Esse auxílio inclui: alimentação, falta de apetite, início ou fim de atividades físicas, etc…

No Comments

Leave a Reply