Blog Le Santé, Le Santé

Mantenha a pele hidratada durante o tratamento de radioterapia

11 de fevereiro de 2020
pote de mel com barras de sabão ao fundo

Manter a hidratação da pele é um ponto super importante durante o tratamento radioterápico. Um dos mais comuns efeitos colaterais do tratamento com radioterapia é a falta de hidratação da pele. 

O aspecto mais comum é semelhante a uma queimadura solar, podendo deixar o local avermelhado e sensível, causando desconforto ao usar roupas e até mesmo tomar banho. 

O dano na pele é causado pela radiação direta durante o tratamento. A radiação tem como principal função, atingir e combater as células cancerígenas mas algumas vezes, pode atingir células e tecidos saudáveis que estão em proximidade com o local afetado pelo câncer. Esse desconforto causado pela radiação pode ocorrer depois da segunda ou terceira semana de tratamento, podendo durar várias sessões ou até o final do tratamento. 

Quais os cuidados necessários?

Para amenizar esses efeitos colaterais recebidos pela pele durante a radioterapia, o indicado é manter sempre a pele hidratada e é essencial manter alguns cuidados. A indicação é: 

  • Tomar banhos rápidos e com água morna. Água quente pode piorar a sensibilidade no local, agravando o ressecamento e incômodo; 
  • O sabonete deve ser indicado pelo seu médico; 
  • Não utilizar esponjas, deve-se evitar esfregar o local; 
  • Quando for enxugar, fazer com bastante suavidade, isso vale para todos os momentos de toque direto na região afetada; 
  • Cremes hidratantes podem ser utilizados desde que sejam prescritos pela equipe médica; 
  • Optar por roupas que não causem alta compressão na pele;
  • Utilizar tecidos de fibras naturais. 

Algumas regiões como axilas, orelhas e parte inferior das mamas, podem sofrer maior agressão e incômodo com o tratamento já que existe o contato frequente da pele, opte sempre pelo cuidado indicado pelo seu médico e tente evitar o contato excessivo. Pode parecer difícil mas o indicado é tentar ficar com os braços um pouco mais abertos, evitando a fricção da pele em regiões como axilas.

 Em caso de outros sintomas ou dúvidas, contate seu oncologista e a equipe multidisciplinar. 

Para saber mais sobre oncologia, dicas e cuidados com o paciente oncológico, nos acompanhe nas redes sociais.

No Comments

Leave a Reply