Saúde, Tratamento

Câncer na família: Como lidar?

7 de maio de 2020
Paciente com câncer sendo beijada por familiar

A descoberta de um tipo de câncer pode causar um desentendimento familiar ou até mesmo um desequilíbrio emocional em algumas pessoas. No diagnóstico e principalmente durante o tratamento do câncer o apoio familiar é essencial e manter um relacionamento positivo com os familiares pode auxiliar para qualidade do tratamento.

Para ajudar a família neste processo, criamos este texto com os principais problemas que acontecem durante a trajetória contra o câncer e como esses atritos podem ser minimizados.

Falta de conhecimento

Assim como os familiares, o paciente oncológico também pode não entender tudo sobre a doença e na maioria das vezes ele fator acaba causando ansiedade e malefícios para saúde. Cuidar de alguém com câncer não é impossível e quando se tem o apoio familiar a luta contra o câncer costuma ser menos difícil.

Busque estudar, conhecer e tirar todas as dúvidas com a equipe médica. No momento de dificuldade o conhecimento é essencial.

Mude os hábitos

Durante o tratamento é necessário que haja algumas adaptações na rotina de todos os membros da família. É importante que toda a família cuide da saúde enquanto proporcionam uma melhor alimentação e dia a dia para o paciente. Alguns cuidados importantes para manter a saúde física e mental são:

  • Dormir 8 horas por noite;
  • Mantenha refeições balanceadas pelo menos 3x ao dia;
  • Mantenha atividades físicas na rotina diária;
  • Separe momentos de descanso ao longo do dia.
Como tratar o paciente?

O paciente oncológico pode se sentir bastante cansado durante o dia, isso não deve ser impedimento para evitar de realizar as suas atividades. Os familiares podem auxiliar nestas tarefas, fazendo com que sejam menos cansativas.

É de grande importância que o paciente respeite o limite do seu corpo e não realize atividades pesadas. A família pode auxiliar o paciente nestes aspectos, dando apoio emocional e se oferecendo para levar às consultas ou participar de alguma atividades juntos. É importante fazer com que o paciente se sinta acolhido.

Ressentimento

Diante do diagnóstico, o paciente pode acabar refletindo seus medos nos familiares ou pessoas próximas. É importante que a família entenda que as alterações de humor podem acontecer de forma frequente e que elas não são culpadas e nem responsáveis por isso.

Para superar o câncer, o paciente precisa estar com a saúde mental estável já que o estado emocional e mental vão atingir diretamente o estado físico. Se a tristeza persistir, os familiares devem buscar apoio psicológico. É comum que em clínicas maiores haja um terapeuta à disposição dos pacientes, assim ele poderá ter acompanhamento psicológico e utilizar de terapias complementares para elevar seu bem estar mental e físico.

Depressão e ansiedade

Lidar com o câncer na família pode ser motivo de muita ansiedade e sentimentos negativos mas é preciso enfrentar estes sentimentos. Uma excelente ideia é contar com pessoas que você confia para conversar de forma aberta. Realize atividades que te proporciona prazer. Essas atividades podem ser feitas pela família e também pelo paciente. É necessário que todos estejam psicologicamente bem para cuidar e motivar o paciente em tratamento.

Contudo, caso seja necessário, entre em contato com um psicólogo ou terapeuta para incentivar as boas coisas e poder auxiliar nos momentos difíceis.

No Comments

Leave a Reply